quinta-feira, 24 de fevereiro de 2005

Tá doido?!?

Crendios, que esse blog tá ficando muito pra baixo!
Então, pra animar, lá vai...

Frase do Dia:
"Os psiquiatras dizem que uma em cada quatro pessoas tem alguma deficiência mental.
Fique de olho em três dos seus amigos.
Se eles parecem normais , o doido é você."
Posted by Hello

A Pessoa Errada

Recebi este texto, mas não consegui checar se é mesmo do Veríssimo.
Seja dele ou não, vale a pena dar uma olhadinha.

A Pessoa Errada
(Luis Fernando Veríssimo)

Pensando bem, em tudo o que a gente vê, e vivencia e ouve e pensa, não existe uma pessoa certa pra gente.
Existe uma pessoa que se você for parar pra pensar é, na verdade, a pessoa errada.
Porque a pessoa certa faz tudo certinho. Chega na hora certa, fala as coisas certas, faz as coisas certas, mas nem sempre a gente tá precisando das coisas certas.
Aí é a hora de procurar a pessoa errada. A pessoa errada te faz perder a cabeça, fazer loucuras, perder a hora, morrer de amor.
A pessoa errada vai ficar um dia sem te procurar que é pra na hora que vocês se encontrarem a entrega ser muito mais verdadeira.
A pessoa errada, é na verdade, aquilo que a gente chama de pessoa certa.
Essa pessoa vai te fazer chorar, mas uma hora depois vai estar enxugando suas lágrimas.
Essa pessoa vai tirar seu sono, mas vai te dar em troca uma noite de amor inesquecível.
Essa pessoa talvez te magoe, e depois te encha de mimos pedindo seu perdão.
Essa pessoa pode não estar 100% do tempo ao seu lado, mas vai estar 100% da vida dela esperando você.
Vai estar o tempo todo pensando em você.
A pessoa errada tem que aparecer pra todo mundo.
Porque a vida não é certa, nada aqui é certo.
O que é certo mesmo é que temos que viver cada momento, cada segundo, amando, sorrindo, chorando, emocionando, pensando, agindo, querendo,conseguindo.
E só assim é possível chegar àquele momento do dia em que a gente diz: "Graças à Deus deu tudo certo", quando na verdade, tudo o que ele quer é que a gente encontre a pessoa errada pra que as coisas comecem a realmente funcionar direito pra gente...

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2005


Eu quero férias!!! Eu quero praia!!! Eu quero ir pra Floripa!!!
OK, ok, passou, passou!!!
 Posted by Hello

Old Waveland (pics)

Também tenho um moblog!
O endereço é http://wavel.textamerica.com/ caso alguém queira dar uma olhadinha nas fotos!

Atualização em 27/01/09: o MobLog deu lugar ao PicasaWeb e o Ovi. Desativei o perfil no TextAmerica, mesmo gostando dos serviços de lá, para simplificar minha vida com fotos.

Felicidade Realista

Um dia desses eu estava em uma pequena "discussão filosófica" com a Nara e o Vude, e a Nara conseguiu fechar o assunto com chave de ouro enviando este texto.

FELICIDADE REALISTA (Mário Quintana)

A princípio, bastaria ter saúde, dinheiro e amor, o que já é um pacote louvável, mas nossos desejos são ainda mais complexos.
Não basta que a gente esteja sem febre: queremos, além de saúde, ser magérrimos, sarados, irresistíveis.
Dinheiro? Não basta termos para pagar o aluguel, a comida e o cinema: queremos a piscina olímpica e uma temporada num spa cinco estrelas.
E quanto ao amor? Ah, o amor... não basta termos alguém com quem podemos conversar, dividir uma pizza e fazer sexo de vez em quando. Isso é pensar pequeno: queremos AMOR, todinho maiúsculo. Queremos estar visceralmente apaixonados, queremos ser surpreendidos por declarações e presentes inesperados, queremos jantar à luz de velas de segunda a domingo, queremos sexo selvagem e diário, queremos ser felizes assim e não de outro jeito.
É o que dá ver tanta televisão.
Simplesmente esquecemos de tentar ser felizes de uma forma mais realista.
Ter um parceiro constante, pode ou não, ser sinônimo de felicidade. Você pode ser feliz solteiro, feliz com uns romances ocasionais, feliz com um parceiro, feliz sem nenhum. Não existe amor minúsculo, principalmente quando se trata de amor-próprio.
Dinheiro é uma benção. Quem tem, precisa aproveitá-lo, gastá-lo, usufruí-lo. Não perder tempo juntando, juntando, juntando. Apenas o suficiente para se sentir seguro, mas não aprisionado. E se a gente tem pouco, é com este pouco que vai tentar segurar a onda, buscando coisas que saiam de graça, como um pouco de humor, um pouco de fé e um pouco de criatividade.
Ser feliz de uma forma realista é fazer o possível e aceitar o improvável.
Fazer exercícios sem almejar passarelas, trabalhar sem almejar o estrelato, amar sem almejar o eterno. Olhe para o relógio: hora de acordar. É importante pensar-se ao extremo, buscar lá dentro o que nos mobiliza, instiga e conduz mas sem exigir-se desumanamente.
A vida não é um jogo onde só quem testa seus limites é que leva o prêmio.
Não sejamos vítimas ingênuas desta tal competitividade.
Se a meta está alta demais, reduza-a.
Se você não está de acordo com as regras, demita-se.
Invente seu próprio jogo.
Faça o que for necessário para ser feliz.
Mas não se esqueça que a felicidade é um sentimento simples, você pode encontrá-la e deixá-la ir embora por não perceber sua simplicidade. Ela transmite paz e não sentimentos fortes, que nos atormenta e provoca inquietude no nosso coração.
Isso pode ser alegria, paixão, entusiasmo, mas não felicidade.

domingo, 20 de fevereiro de 2005

Conduta e Privacidade

Regras de Conduta
Um pouco de organização e ordem não faz mal à ninguém, não é mesmo? Para participar do Waveland, as seguintes regras são aplicadas:

Sobre os comentários
Eu sou responsável por aquilo que escrevo, mas também tenho responsabilidade por aquilo que você comenta. Sendo assim, não serão mais aprovados comentários:
- ofensivos/com palavrões
- não relacionados ao tema do post
- com excesso de miguxês
- com SPAM

Sobre cópia de conteúdo
Copiar textos alheios nunca foi bem visto em lugar nenhum, nem no mundo real, muito menos no virtual.
Se você se inspirar em algum dos meus posts, por favor, indique a fonte.
Se você copiar algum dos meus posts, seja educado e atribua a autoria do texto, colocando um link no final do seu post.

Política de privacidade
Os dados preenchidos nas páginas de comentários, tais como nome e e-mail, não são utilizados pelo blog para nenhum fim além de identificar o usuário. Se o visitante se identifica, posso entrar em contato com ele para responder eventuais perguntas ou dúvidas e nenhuma informação dos visitantes será utilizado para SPAM nem repassada a terceiros.

Para gerar renda, o blog utiliza empresas de publicidade de terceiros para veicular anúncios durante a sua visita ao nosso website. Essas empresas podem usar informações (que não incluem o seu nome, endereço, endereço de e-mail ou número de telefone) sobre suas visitas a este e a outros websites a fim de exibir anúncios relacionados a produtos e serviços de seu interesse. Para obter mais informações sobre essa prática e saber como impedir que as empresas utilizem esses dados, saiba o seguinte:

Sobre AdSense:
- O Google, como fornecedor de terceiros, utiliza cookies para exibir anúncios no seu site.
- Com o cookie DART, o Google pode exibir anúncios para seus usuários com base nas visitas feitas aos seus e a outros sites na Internet.
- Os usuários podem desativar o cookie DART visitando a Política de privacidade da rede de conteúdo e dos anúncios do Google.

Sobre HotWords:
Para saber mais sobre, clique aqui.


That's me! Posted by Hello

Atualização em 27/01/09: nem sempre o Blogger era do Google, então as fotos para o perfil tinham que ser publicadas aqui mesmo... Eu mudei um tanto, e dá pra ver em outras fotos aqui pelo blog.

Começando a bloggar

Pois é! Eu sempre gostei de tecnologia.
Sempre gostei de estar "plugado", "conectado", estar na vanguarda.
E até agora, nada de criar um blog! E o pior, era por preguiça mesmo...

Então, vamos ver onde isso vai dar!
Vai que eu vicio nisso também, assim como foi com o palm, com orkut, com o gmail...

Vou me esmerar pra garantir alguma coisa que valha à pena ser visitada de vez em quando!

Abraço
Carlinhos