domingo, 13 de março de 2005

Piadinha do Cotoco

Ah, eu sei que é humor negro, mas não resisti. Ouvi esses dias no rádio e me parti de rir. Depois contei pros meus amigos, e todos gostaram. Então, aqui vai a piadinha também:

Cotoco era um menino muito, muito, mas muito triste, pois não tinha os dois braços e as duas pernas . Os amigos sempre tentavam levá-lo pra passear e se divertir.
Um dia o pessoal resolveu ir à praia.
- Já sei! Vamos levar o Cotoco - disse alguém. . .
- É isso! Vamos, Cotoco, a gente vai pra praia e vamos te levar com agente.
- Não, de jeito nenhum! Vocês não vão se divertir se me levarem...
- O que é isso, Cotoco! A gente reveza e cuida de você.
De tanto insistirem o Cotoco resolveu ir, e chegando lá os amigos o colocaram bem na beirada da água, no rasinho e lá ele ficou se divertindo. Mas o pessoal se distraiu e ele foi ficando por lá.

De repente a maré começou a subir, subir e enquanto as ondas iam e vinham ele ia afundando, afundando. Cotoco então começou a se desesperar ...
- Socorro !!!!!!!!!!!! Socorro!!!!!!!!!! - gritava o Cotoco.
Foi aí que um cara que já tinha tomado todas o avistou de longe e correu para o resgate. Heróico, o bêbado pegou Cotoco nos braços e começou a nadar vigorosamente. E o Cotoco pensou:- Ufa! Agora estou salvo. . .
Porém o bêbado estava indo pro lado errado e quando finalmente o "pé de cana" estava com água na altura do peito lançou Cotoco violentamente para o fundo da água e gritou:
- Nade, tartaruguinha. . . nade. . . .