segunda-feira, 27 de fevereiro de 2006

Bumbum-paticundum-prugurundum!

Carnaval é uma época engraçada de se acompanhar pela TV.
Desfiles do Rio, trios da Bahia, flashes de bailes, e por aí vai. Dá saudade de ver o desfile de fantasias com o Clóvis Bornay, que rendia pelo menos uma semana de piadas pro meu Vô Dorico!

Mas aí aparece o desfile das escolas de samba de Curitiba...

Eu ainda me lembro de quando era criança, que fui assistir ao desfile na Marechal Deodoro com meus pais. Ganhei maça do amor (coisa de circo!) e até fui entrevistado por uma rádio! haha Com 7 anos, dei entrevista no rádio, falando de como era estar ali com a família, como estava sendo o carnaval... Não lembro direito o que respondi... Deve ter sido algo como "legal", "superlegal". hahaha

E depois dei mais uma chance pro desfile, ainda na mesma rua. Não sei bem o que dizer do desfile, só lembro que fui com a Vivi e um amigo dela, não lembro mais o nome, e que chorei de rir de uma fila de abre alas bem velhinhas, que vinham balançando as saias das fantasias como se estivessem em uma festa junina. Amarriê!! Balancê!!

E agora, acabei de ver na TV, eles até brigam quando acaba a pontuação e é declarada a escola campeã. Nossa, que evolução!!!

Quando será que vão perceber que aqui não tem como fazer isso, e ter a idéia de investir em alguma outra coisa? Façam um baile grande e decente, e um concurso de fantasias! Ou usem o dinheiro pra outra coisa! Curitiba é muito fria pra ter desfile de escolas de samba, pessoal...

Faz assim: se você faz questão disso, vai pra Caiobanda, Guaratubanda ou Antonina.
Se não faz, ajude a inventar alguma coisa pra fazer na cidade enquanto isso! Festival de Cinema, Festival Gastronômico, Festa do Café, Roteiro de Museus, qualquer coisa diferente pra quem fica pela cidade aproveitar esses 4 dias.

Acho que ano que vem vou é viajar... hahahaha

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2006

Rollercoasters: what can I say? Just enjoy the ride...

E lá vamos nós de novo...

Engraçado como essas coisas acontecem...
Você pode estar na sua, levando a vida ou deixando que ela lhe leve, e mesmo assim, de repente, não mais que de repente, lá está você de novo, sentadinho, afiveladinho, no carrinho da montanha-russa.
E enquanto ele sobe naquele "téin-teín-téin" "téin-teín-téin" ritmado, a paisagem se distancia e aquela primeira descida começa a apontar, você pensa: como é que eu vim parar nesse diacho?!

Não, meu caro, minha cara, você não vai lembrar muito bem como foi parar ali.
Não perca tempo.
Você só vai lembrar que esteve ali e que zummm, despencou, woosh, subiu de novo, virou, gritou, chorou, apertou a mão no banco pra ver se aguentava mais um pouco, e sorriu amarelo pra foto, pois sempre tem uma pra posteridade, e ufa, suspirou aliviado porque parou. Pronto, passou. Foi-se mais uma.

Epa, mais uma? - Ahã! Mais uma!
Como assim? Tem mais? - E quem disse que tinha acabado?
Mas peraí, como assim? - Hahaha, é assim mesmo... A opção para as montanhas-russas são os carrosséis, e você não quer ficar dando voltas no mesmo lugar, quer? Ah, e olha a labirintite!
(hahaha putz, tinha que apelar!)

Não perca tempo tentando achar razões além das óbvias.
Sim, as óbvias são as que explicam. O resto é trabalho de uma mente criativa, uma imaginação fértil, um pouco de frustração e pontadas de ressentimento.
Ruim, né? Então descomplique, go simple, e segure-se. Já está quase acabando!

Lembre-se que a fila anda! E pra todos! (Sim, todos, até pra última bolacha do pacote! rsrs) Só que a fila anda no ritmo dela. Pode ser que cheguem antes de você, ou depois, mas relaxe porque todos chegam lá!
E perceba que todos passam por montanhas-russas! Isso não é exclusividade sua! (nem da bolacha!) Você é especial sim, mas nem tanto pra só você ter seus passeios, altos e baixos.

Enquanto estiver na montanha, seja autêntico, principalmente pra você mesmo.
Quer gritar, grite! Quer sorrir, ria! Chorar? Chore. E jogue os braços pra cima também! Deixe a descida vir, pois o baixo passa. Mesmo que demore um pouco, ele passa! Dá um tempo pro tempo! Já tem subida pela frente, e a paisagem lá do alto vai ser linda!

E, finalmente, não esqueça de ser honesto com os outros também.
Afinal, todos vão ter seus baixos, mas ninguém precisa de um empurrãozinho pra isso!
Se não quer ajudar na subida, então não ajude na descida...

O link deste post leva à página da montanha-russa de madeira com a mais longa duração de passeio do mundo, a qual eu tive o prazer de ir em 1995. Ela se chama The Beast, e fica no Paramount King's Island, em Cincinnatti, Ohio. http://www2.paramountparks.com/kingsisland/attractions/category.cfm?ac_id=18
Enjoy the ride!

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2006

And the Oscar goes to...

Pois é, me empolguei de novo esse ano, mas ainda não consegui ver todos os filmes que estão concorrendo ao Oscar... Ane! Cadê você pra fazer pressão e me cobrar companhia pra ir junto?! haha Aproveita e vê em italiano!

De qualquer maneira, vale uma aposta em quem vence este ano, e aqui vão meus palpites:
FILME: "O Segredo de Brokeback Mountain" – Pelo tanto que esse filme causa de bate-boca, ele podia ganhar. Mas tem “Boa Noite e Boa Sorte” que concorre forte.
DIRETOR: Ang Lee - "O Segredo de Brokeback Mountain" – Ang Lee é o cara! Dirigiu “O Tigre e o Dragão”!
ATOR: Philip Seymour Hoffman, "Capote" – gosto muito desse ator, e por mais leviano que possa parecer, pois não vi o filme, torço por ele. (EM TEMPO: fui assistir o filme e o ele está fantástico nesse papel! Consegue mudar a voz, fazer trejeitos, e se manter consistente por todo o flme!)
ATRIZ: Felicity Huffman, "Transamerica" – ô, atriz polivalente! Já vi em seriado de esportes, agora em “Desperate Housewives”, e ainda encara um filme onde é transexual. Dá esse Oscar pra ela que ela merece!
ATOR COADJUVANTE: Jake Gyllenhaal, "O Segredo de Brokeback Mountain"– quase todos os outros já concorreram ou ganharam, e eu achei que este ator também fazia papel principal no filme. Vai entender...
ATRIZ COADJUVANTE: Michelle Williams, "O Segredo de Brokeback Mountain"– eu sei, eu sei. Ela não vai ganhar! Mas de Jen de “Dawson’s Creek” pra Alma de “Brokeback Mountain” ela cresceu muito como atriz! Mas ela ainda é nova, ainda vai ter mais chances...
ROTEIRO ORIGINAL: "Crash - No Limite" – discute preconceitos, entre outras coisas. Grandes chances de levar o Oscar.
ROTEIRO ADAPTADO: "O Segredo de Brokeback Mountain" ou "Capote"
FILME DE ANIMAÇÃO: "A Noiva-Cadáver"
de Tim Burton e Mike Johnson – Tim Burton é um cara engraçado, mas de um jeito bizarro! Hahaha E a história é divertida!
DOCUMENTÁRIO: "Darwin's Nightmare" – dentre todos, esse foi o que mais poderia me agradar. Mas tirando os críticos, não sei quem consegue achar esses documentários pra assistir.
FILME ESTRANGEIRO: Não sei!
DIREÇÃO DE ARTE: "Memórias de uma Gueixa" - o que é mesmo direção de arte? Hahaha Se for apostar, vá de “Memórias ...” que as chances são grandes!
FOTOGRAFIA: "O Segredo de Brokeback Mountain" – Wyoming já virou até ponto turístico agora!
FIGURINO: "Memórias de uma Gueixa", mas pode dar "A Fantástica Fábrica de Chocolate".
EDIÇÃO: Não sei... Não vi nenhum pra poder opinar.
TRILHA SONORA: dos indicados, só vi "O Segredo de Brokeback Mountain", então não sei... Vou me agilizar pra ver ao menos o da Gueixa.
CANÇÃO: também não sei... Ixi, quanta coisa ainda pra fazer! hahaha
MAQUIAGEM: "As Crônicas de Nárnia" é bom nesse quesito, mas acho que vai pra "Star Wars: Episódio 3 - A Vingança dos Sith".E não é só por ser fã da série!
EFEITOS VISUAIS: "King Kong" – Esse é do macaco!
EDIÇÃO DE SOM: Não sei...
MIXAGEM DE SOM: Também não sei...
CURTA-METRAGEM: Idem ao anterior...
CURTA DE ANIMAÇÃO: Idem, idem.
DOCUMENTÁRIO EM CURTA-METRAGEM: De novo...


É, ainda tem coisa pra assistir! E se quiser dar seus palpites, fique à vontade. O comentário é todo seu! Até mais!

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2006

Jack, I sware...

We have to remember that being happy is making things simple, trusting our feelings and living life to its fullest. No matter what.

p.s.: ok. now there are only 4 more movies to go before the Oscars...

domingo, 5 de fevereiro de 2006

Verão. Sim ou Não?

A vida acontece mesmo em ciclos.
Tive minhas fases de adorar o verão, e aquelas de não querer nem ver praia.
E agora, voltei a querer o sol, o mar e a areia, justo agora que já não tenho mais os 3 meses de férias, quando dava pra ficar vermelho, descascar, e voltar pra aula com uma cor legal. Sem contar as saídas nas baladas, que provalvelmente eram chamadas de "night" (E aí? Qualé a da night?), gente bonita, e por aí vai.
Mas nada é tão bom quanto uma cerveja gelada na beira da praia, tomando sol, dando uns mergulhos, pegando "jacaré"... hahaha
Só falta mesmo a praia. E o tempo pra ir. Mas sem reclamações, nem crise existencial. Só vontade grande de sair da rotina. Quem sabe uma barraca não resolve o problema?
Pelo jeito achei a solução enquanto pensava na vida aqui no blog!
Até mais!