quinta-feira, 14 de fevereiro de 2008

Notebook na mochila

Já foi comentado em vários lugares, mas a história do roubo dos dados da Petrobrás não dá pra deixar passar em branco...
Eu trabalho com hardware, e todo mundo já sabe, independente da classe social, que notebook tem que ser transportado com cuidado. Muito cuidado. E digo que não importa a classe social, porque notebook hoje em dia já não é artigo de luxo. É artigo cada vez mais popular. E toda pessoa que compra um notebook, já pensa em comprar uma maleta que seja mais discreta, ou uma mochila, para disfarçar um pouco e não deixar claro o conteúdo que se está levando.
Se esse cuidado já acontece com dados pessoais, quem dirá com dados confidenciais e estratégicos de empresas de energia!
Como é que se transportam 4 notebooks e 2 HDs (antes eram 2 notes e 1 HD) com esse tipo de dados em um container de uma empresa estrangeira que também trabalha com energia?
É a mesma coisa que pedir pro motoqueiro que rouba notebooks na região do Aeroporto de Congonhas transportar a sua maleta até a sua casa. É só cruzar os dedos e torcer que tudo chegue são e salvo.

Bom, fica aqui a minha dica: Petrobrás, compre mochilas discretas e envie com funcionários com cargos de confiança. Ou me liga, e me dá uma mochila, que eu levo pra vocês.
(coisa idiota dar esse tipo de dica aqui pra uma empresa desse tamanho...)