domingo, 27 de junho de 2010

Decifra-me ou te devoro

"Decifra-me ou te devoro".
Essa foi a frase que me veio à cabeça no dia 18/06, quando, de repente, não mais que de repente, fui jogado em outro turbilhão e enviado para Las Vegas, a trabalho.
A vida, mais uma vez, se fez Esfinge e lançou mais um desafio a encarar sem ter tempo de planejar nada. "Toma, é isso e te vira".

E é engraçado como de vez em quando se tem a sensação de estar no lugar certo, na hora certa. E estar com o visto em dia na hora certa fez toda a diferença.


Fomos um amigo do trabalho e eu, em missão impossível, e sobre isso é só o que posso escrever.

Mas sobre a cidade, posso escrever mais e mostrar mais.
Las Vegas é uma cidade engraçada. É ampla, espalhada e comporta cerca de 2 milhões de habitantes. Mas os cassinos ficam todos concentrados em algumas quadras próximas, então se tem uma visão interessante: um bloco enorme de prédios gigantes, cercados por quadras e mais quadras de casinhas e parques de trailers.
E o aeroporto internacional fica no meio de tudo isso! O planejamento urbano é bem pensado e acredito que comporte a expansão da cidade.

Os cassinos são um show a parte. Fiquei hospedado no MGM Grand e tudo me dava a sensação de filme, reforçada pelos quadros com fotos antigas de atores e personalidades d cinema americano.
O prédio é enorme, imponente e as áreas de cassino, com caça-níqueis, mesas de poker, black-jack e roleta pareciam não acabar mais.
A área da piscina era outra coisa impressionante e foi pena não poder aproveitar o calor de 40º a 45º durante o dia, já que estávamos lá a trabalho. E à noite, a temperatura baixava para perto dos 37º.
Como a cidade é extremamente quente e seca, os cassinos oferecem toda a diversão dentro deles, então o hóspede não precisa sair para se divertir. Um detalhe interessante é a falta de janelas dentro das áreas de cassino, o que pode fazer com que você vire o dia na jogatina sem perceber. E sabe que alguns tipos pareciam estar jogando há mais de um dia.

Existem vários cassinos temáticos, então o Luxor é em forma de pirâmide, o Excalibur, em forma de Castelo, o New York, New York é uma réplica da cidade de New York, o Paris possui uma miniatura da Torre Eiffel, e assim por diante.
Luxor
Paris (quem diria?!)
New York New York
Excalibur

Um hotel cassino que merece destaque é o Bellagio.
Esse é o hotel mais lindo que já vi até hoje. Ao entrar, se tem a sensação de estar em "11 homens e um segredo", em um ambiente super refinado.
Em frente ao hotel, acontece um show com as fontes de 15 em 15 minutos, em que a água parece dançar ao som da música que toca.
Muito lindo e emocionante.


Falando em emoção, pude realizar dois sonhos, ou três, dependendo da conta que se faz: assisti a dois shows do Cirque du Soleil e fui ao parque de diversões no topo da Torre-Cassino Stratosphere.
Os shows do Cirque são impressionantes, sã diferentes entre si e daqueles que assisti no Brasil, Alegria e Quidam.



O Ká possui uma história, um enredo, e o palco é móvel, chegando a ficar em 90º com os atores pendurados e fazendo acrobacias.

Já o Ô é todo na água, e o mais impressionante é ver que o palco emerge e submerge sem que nos déssemos conta. Este não tem tanta história, é mais circense, mas dentre os quatro espetáculos que já vi, se tornou o meu favorito.
Para encerrar por hoje, o Stratosphere foi mais um check no plano de andar nas montanhas-russas do mundo que eu tinha. São três "brinquedos": um lançador chamado "Big Shot", qe lembra o elevador do Hopi Hari, só que te lança pra cima e te solta do alto; um meio sem graça, chamado "X-cream", que é um carrinho de montanha-russa que parece que vai cair da torre; e o terceiro, chamado "Insanity", que consiste em cinco braços mecânicos que te penduram para fora da torre e giram. Muito divertido e vale o passeio pra quem um dia for.

Foi uma viagem diferente, emocionante, cheia de sentimento e memórias.

Dica de viagem: se for só para passear e conhecer, não vale a pena ficar mais de três dias na cidade. Agora se for para jogar ou se torrar na piscina, já vale ficar ao menos uns cinco dias para aproveitar os pacotes promocionais de viagem.
Quer ver mais fotos? Veja meu álbum: http://picasaweb.google.com/carloswavel/LasVegas2010#

P.S.: o post está com data de 27/06 porque era a data original de publicação. Outros acontecimentos me impediram de postar, mas enfim, segue-se o movimento.